Pular para o conteúdo principal

PROJETO ORELHINHA BAHIA 21/03



ATENÇÃO PESSOAL DA BAHIA !



PALESTRA DO PROJETO ORELHIHA EM AÇÃO com o Dr. Marcelo S. Assis, fundador da maior iniciativa de promoção de saúde para correção de orelhas em abano.

Estaremos em Salvador dia 21/03/2019 para orientar interessados na cirurgia de otoplastia.

IMPERDÍVEL !

O primeiro passo é fazer o cadastro pelos nossos canais de atendimento 
0800 718 7804 ou clique no link abaixo : 






Comentários

  1. Quero saber quando o projeto estará em Recife o em uma cidade próxima? Eu já fiz o meu cadastro.

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Orelha natural ou colada ?

Devo escolher orelhas mais coladas ou naturais ? Essa é uma dúvida frequente de pacientes que querem realizar a plástica das orelhas.  Quando o paciente é criança, recomenda-se que as orelhas sejam mais naturais, pois a otoplastia causa uma mudança grande no visual, que pode gerar dificuldade de aceitação do novo formato das orelhas. Quando o paciente é homem, depende do formato do rosto. Faces mais cheias, recomendamos orelhas mais naturais. Faces mais magras, como o da foto, pode ser solicitada orelhas mais coladas, pois resulta numa estética compatível. Pense bem na sua escolha, pois uma vez colada, a reversão é bem complicada. Participe do Projeto Orelhinha em Ação em sua cidade. Saiba mais em www.projetoorelhinha.com.br

Como devo usar a faixa elástica após a cirurgia ?

A faixa preta é usada para proteger as suas orelhas. Como se usa a faixa preta após a retirada do curativo ? A faixa preta tem a função de proteger as orelhas e não de apertar. Caso ela esteja muito apertada, você pode afrouxá-la e mantê-la o mais confortável possível. Recomendamos a usar a faixa preta, após a retirada do curativo de atadura, por 30 dias, somente a noite para dormir. Se sentir mais segura de sair de casa com a faixa, pode usá-la, mas retire a faixa ao chegar em seu destino, pois pode abafar o corte e produzir secreções.
5 MOTIVOS DO PORQUE NÃO RECOMENDAMOS A OTOPLASTIA FECHADA. A otoplastia fechada é uma técnica antiga de tratamento não definitivo das orelhas abertas, com pontos externos. Usa pontos inabsorvíveis, geralmente de nylon, na região da anti-hélix, com o objetivo de dobrar essa região e tracionar o terço superior das orelhas para trás. Não trata o excesso de pele, o excesso de concha e o lóbulo. Por isso, não resolve 97% das causas de orelhas em abano. Confiram os 5 motivos do porque o Projeto Orelhinha NÃO RECOMENDA a otoplastia fechada:  1. DOR INTENSA CRÔNICA : ao forçar a cartilagem da anti-hélix com pontos captonados de nylon, causa dor e edema intenso na região a longo prazo; 2. NÃO RESOLVE A GRANDE MAIORIA DOS CASOS : as orelhas em abano são geralmente causadas por 3 alterações nas orelhas : apagamento da anti-hélix, hipertrofia conchal e projeção da hélix. A otoplastia fechada pode resolver apenas o apagamento da anti-hélix, mas não tira o excesso de pele atrás das orelhas; 3.